Em janeiro de 2017, minha família (mãe, pai e irmãos) e eu saímos de nossa cidade no interior de São Paulo a fim de fazer uma mini road trip pelo sul do Brasil. Nesse post, comentarei sobre nossa estadia de quatro dias em Gramado/RS, período em que visitamos três cidades da Serra Gaúcha: Gramado, Canela e Nova Petrópolis. Para nós, estar com carro próprio foi fundamental, pois pudemos conhecer o que queríamos em nosso ritmo e conforme nossas vontades e interesses, sem dependermos de terceiros ou ficarmos limitados a horários pré-estabelecidos. Ressalto que todas as opiniões aqui expressas são pessoais e verdadeiras e as fotos compartilhadas foram tiradas por mim ou por meus companheiros de viagem. Há também um post sobre nossa estadia de cinco dias em Santa Catarina (Bombinhas e Florianópolis).

Com relação à hospedagem, decidimos utilizar os serviços do site Airbnb, pois estávamos em cinco pessoas e alugar um apartamento tornou-se mais viável. Depois de pesquisar bastante as opções oferecidas no site, escolhemos um apartamento maravilhoso e bem decorado que acomoda até cinco pessoas e que possui tudo o que é necessário para uma estadia confortável e de qualidade. O apartamento está em um prédio bem localizado e seguro, possuindo garagem e elevador. O valor pago pela diária do espaço (já com as taxas) foi de R$325,75. Em minha opinião essa é uma ótima opção de hospedagem, pois, além do bom preço, o viajante pode usufruir da liberdade que um ambiente reservado oferece, podendo também preparar as próprias refeições a fim de economizar com a alimentação, se assim preferir.

GRAMADO

Na época em que estivemos em Gramado (07 a 11 de janeiro de 2017) ainda acontecia o famoso Natal Luz, portanto pudemos aproveitar o clima natalino da cidade e observá-la toda enfeitada. Visitamos um dos Pórticos (via Nova Petrópolis), Lago Negro, Museu de Cera Dreamland, Mini Mundo, Parque Temático Algum Lugar, Le Jardin Parque de Lavanda, Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, Rua Coberta, Fonte do Amor Eterno e Praça Major Nicoletti, também demos uma volta de jardineira pela cidade.

Pórtico (via Nova Petrópolis): Gramado possui dois pórticos, o mais antigo (1973) dá as boas-vindas aos visitantes que chegam à cidade via Nova Petrópolis, já o mais recente (1991) recebe quem chega por Taquara. Visitei somente o Pórtico de 1973 (foto abaixo).

img_3120-800x600

Lago Negro: trata-se de um lago artificial construído em 1953 por Leopoldo Rosenfeldt e grande parte da vegetação que o rodeia foi trazida da Floresta Negra, localizada na Alemanha. A visitação é gratuita, porém o famoso passeio de pedalinho pelo lago é pago. Há também lanchonetes, lojinhas de artesanato e banheiros no local.

Museu de Cera Dreamland: traz réplicas em cera de algumas personalidades famosas, sendo que alguns bonecos apresentam um grau de semelhança maior do que outros. Na época em que visitamos o Museu tivemos uma surpresa desagradável quanto ao ingresso, pois tínhamos visto no site oficial um determinado valor (50 reais/pessoa), porém ao chegar na bilheteria fomos informados que teríamos que adquirir o combo completo com as cinco atrações do circuito por 250 reais/pessoa ou ao menos o pacote que incluía o Museu de Cera e o Harley Motor Show por 150 reais/pessoa, uma vez que não era possível vender ingresso para somente uma atração (como assim?). Questionamos essa afirmação e mencionei a informação dada no site, então a atendente disse que aquele valor era somente válido para compras online e que deveríamos trazer o ingresso impresso (dado este inexistente no site ou em qualquer outro veículo de pesquisa). Fomos embora, compramos os ingressos online, procuramos um estabelecimento na cidade que fizesse a impressão dos mesmos e voltamos no dia seguinte com os ingressos impressos para enfim realizar a visitação. Por mim eu não teria voltado depois desse desrespeito para com o visitante, porém minha irmã queria muito conhecer o Museu e decidi ir com ela. 

Mini Mundo: como o nome sugere, essa atração traz para o visitante um mundo em miniatura rico em detalhes. Vale a pena conhecer! O valor do ingresso é de R$28,00 por pessoa.

Parque Temático Algum Lugar: trata-se de um espaço que reúne miniaturas de alguns monumentos e pontos turísticos espalhados pelo mundo. O valor do ingresso é de R$30,00 por pessoa.

Le Jardin Parque de Lavanda: esse belíssimo jardim de flores e lavandas, inaugurado em 2006, merece ser incluído no roteiro de quem visita Gramado. O Parque abre de terça-feira a domingo e a entrada é gratuita. Há uma loja no local que vende mudas, produtos feitos à base de lavanda e objetos de decoração. 

Igreja Matriz São Pedro Apóstolo: está localizada no centro de Gramado, em frente à Praça Major Nicoletti, e impressiona a todos com tamanha beleza (tanto externa quanto interna). Ela foi originalmente erguida em madeira (1917) e posteriormente reconstruída com pedras (1943). 

Rua Coberta: é um espaço charmoso com telhado de vidro e diversas plantas suspensas, onde o turista pode passar momentos agradáveis apreciando as apresentações/eventos locais, conferindo as lojas ou saboreando as delícias da região em um dos restaurantes/cafés/bistrôs. 

img_2849-800x600

Fonte do Amor Eterno: essa fonte, inaugurada em 2013, celebra o amor e convida a todos a prenderem cadeados com seus nomes gravados a fim de eternizar seus sentimentos. Há diversas lojas ao lado da fonte que vendem cadeados e os customizam.

CANELA

As cidades de Gramado e Canela estão tão próximas que quase não dá para perceber o fim de uma e início da outra. Passamos a tarde de uma segunda-feira em Canela visitando o Castelinho Caracol, o Parque Estadual do Caracol e a lindíssima Catedral de Pedra, porém voltamos no dia seguinte para experimentar as deliciosas taças do Braziliano Café e Bistrô, uma vez que o mesmo não estava aberto na segunda-feira.

Castelinho Caracol: trata-se de uma das primeiras residências de Canela, construída entre 1913 e 1915 com madeira araucária e sem o uso de pregos. Hoje o local abriga um museu e casa de chá, onde o visitante pode observar móveis e utensílios que pertenceram à família fundadora do local. O ingresso para entrar no museu custa 10 reais por pessoa, porém a visitação externa é gratuita.

Parque Estadual do Caracol: o Parque proporciona momentos agradáveis de lazer e forte contato com a natureza. O visitante pode contemplar a belíssima Cascata do Caracol de vários ângulos, bem como fazer as trilhas ecológicas. Há placas indicativas espalhadas pelo local, estacionamento, lanchonete, banheiros, churrasqueiras, lojinhas de artesanato e passeio de trem. O ingresso para entrar no Parque custa 18 reais por pessoa.

Catedral de Pedra: a Catedral Nossa Senhora de Lourdes, também conhecida como Catedral de Pedra e Igreja Matriz, é uma belíssima e imponente construção em estilo gótico que está localizada no centro de Canela.

Braziliano Café e Bistrô: esse estabelecimento tornou-se um ponto turístico em Canela e, desde que decidimos ir para a Serra Gaúcha, coloquei-o em nosso roteiro. Os preços são um tanto elevados, mas é uma extravagância que não fazemos com frequência e, no meu caso, não voltarei para Canela tão cedo, portanto “vamos nos permitir”! Há várias opções para qualquer refeição do dia: sanduíches, massas, risotos, sopas, sobremesas, bebidas variadas, entre outras delícias gastronômicas. Eu pedi a Taça Elizabeth e paguei R$45,00 por ela (além dos 10% da taxa de serviço), essa sobremesa contém: sorvete de creme, leite ninho, nutella, ganache de chocolate branco e preto, morangos e chocolate Kinder Bueno (!).

NOVA PETRÓPOLIS

Passamos apenas algumas horas na pequena cidade de descendência alemã fundada em 1858, mas adoramos o passeio. Em Nova Petrópolis conhecemos a Praça das Flores, onde estão localizados o Monumento ao Cooperativismo e o Labirinto Verde.

Obrigada e aguardo a sua próxima visita!