Após seis dias incríveis na Turquia, eu e minhas companheiras de viagem (minha mãe e a Rosa) seguimos rumo à Grécia. No dia 05 de julho de 2014 embarcamos no aeroporto de Istambul e depois de pouco mais de uma hora de voo aterrissamos em Atenas, Grécia. O veículo que realizaria o traslado até o hotel estava à nossa espera e então, quando todos já estavam acomodados (nós e o grupo de falantes da língua espanhola que conhecemos na Capadócia), partimos em direção ao hotel “Stanley”, o qual localiza-se em uma área estratégica para o turista, uma vez que o metrô está a alguns passos de distância.

Assim que deixamos as malas no quarto, fomos conferir o transporte público, que por sinal é de fácil acesso e utilização. Eu, minha mãe e nossas três novas amigas hispanohablantes (a Rosa preferiu ficar no hotel) entramos no metrô com destino ao famoso Bairro de Plaka e, após uma breve caminhada para conhecer um pouquinho do local, escolhemos um dos diversos estabelecimentos com mesas ao ar livre, sentamos para jantar e resolvemos experimentar o sanduíche grego, o qual eu super recomendo! Depois desse primeiro contato com Atenas, voltamos ao hotel a fim de descansar para os passeios do dia seguinte.

O ônibus utilizado no nosso primeiro e único dia de passeios em Atenas estacionou em frente ao hotel e fomos recepcionados pela guia turística, a qual comunicava-se em espanhol devido a este ser o idioma falado por nossos companheiros de viagem. Durante o período da manhã conhecemos o Estádio Panathinaiko, o Templo de Zeus Olímpico, a Acrópole de Atenas e fizemos uma visita panorâmica pelas avenidas mais importantes da cidade, por fim a guia se despediu e ficamos no Bairro de Plaka.

Nossa tarde foi livre, primeiramente caminhamos pelo Bairro de Plaka a fim de encontrar um local para almoçar, tarefa esta complicada, pois a área é imensa e ficamos perdidos em meio a inúmeras ruas e estabelecimentos de diversos tipos, tanto que começamos a nossa busca com um grupo de doze pessoas e quando a terminamos estávamos em seis (o restante seguiu rumos diferentes durante o percurso). Após finalmente encontrarmos um restaurante bacana (e não tão caro!), sentamos e pedimos as famosas saladas gregas, no início achei que apenas uma salada não seria o suficiente, mas me enganei, essas saladas são uma verdadeira refeição! Em seguida passeamos pelas lojas, fizemos algumas comprinhas e então decidimos visitar o Museu da Acrópole. No fim da tarde utilizamos o metrô para retornar ao hotel e à noite comemos novamente o sanduíche grego, dessa vez no barzinho localizado na cobertura do hotel, com uma vista maravilhosa das redondezas e da Acrópole.

Na manhã de 07 de julho seguimos em direção ao porto de Atenas a fim de iniciarmos nosso cruzeiro de quatro dias pelas ilhas gregas (e uma ilha turca) a bordo do Louis Olympia e nesse mesmo dia à tarde conhecemos a belíssima Mykonos. No dia seguinte visitamos duas ilhas, Kusadasi (ilha turca) pela manhã e Patmos no período da tarde. No terceiro dia conhecemos Rhodes e no último estivemos em Creta durante a manhã e em Santorini à tarde. Esse cruzeiro que fizemos nos permitiu somente ‘olhar’ as ilhas e não conhecê-las de fato, uma vez que o tempo de permanência em cada uma delas foi extremamente curto, principalmente em Santorini. Com relação ao nosso período a bordo só ficamos descontentes com a cabine, pois era muito pequena, não havendo espaço sequer para andar direito, mas as demais áreas eram bem bacanas, a comida servida em todas as refeições foi saborosa, o entretenimento noturno também nos agradou e a navegação foi tranquila.

Minha maior frustração nessa viagem foi não ter aproveitado praia, apenas em Rhodes pude entrar por alguns minutos no mar, mas logo tivemos que ir embora, uma vez que a caminhada até o navio era um tanto demorada e logo iríamos zarpar. Nesse meu breve contato com (uma!) praia grega pude perceber duas coisas, a primeira é que a água é límpida e com uma temperatura agradável e a segunda diz respeito as lindas pedras que ocupam o lugar da areia (dentro e fora do mar), dando um efeito maravilhoso, características que também observei brevemente em Patmos.

No dia 11 de julho de 2014 ancoramos no porto de Atenas, o veículo responsável pelo traslado levou-nos até o aeroporto e embarcamos rumo a São Paulo, finalizando essa nossa primeira experiência internacional (Turquia e Grécia), que foi muito breve, porém inesquecível. Em outro post comento sobre cada local visitado na Grécia com as respectivas fotos tiradas por mim ou por minhas companheiras de viagem.

Obrigada e aguardo a sua próxima visita!